Bolo de Milho do Li – barbaridade de bom!

Esse bolo de milho verde é “barbaridade” de bom! Vem ver a receita! #oquevaiternajanta 🙏🏼❤🌽
bolo de milho verde

Esse bolo de milho entra na lista das coisas mais gostosas que eu conheço. Quando o cunhado começa com aquelas listas de “se você nunca mais pudesse comer um doce na vida”… (pausa para a risada), sempre penso nele e nas festas juninas em que ele estava presente.

Nunca moramos em Boituva. Durante toda a nossa vida percorremos os 116 km da Castelo Branco pelo menos uma vez ao mês e foram poucas vezes em que esse prazo foi maior. Posso contar nos dedos de uma mão. Assim, qualquer oportunidade que temos de ir torna-se um excelente motivo para uma reunião familiar, com todos os tios e primos. Mas temos algumas datas no calendário festivo que motivam ainda mais nossos encontros e contam com alguns quitutes “temáticos”, por assim dizer. Um exemplo são as festas juninas.

Quando éramos crianças fizemos uma série de festas juninas, que contaram com todas as melhores brincadeiras do São João: corrida de saco, corrida do ovo, mordida na maçã, dança das cadeiras, “quantas sementes tem na abóbora?”, quebra da Pinhata (que foi banida depois da prima Helena ter sido acertada pelo próprio filho) e o Pau de Sebo com direito a premiação em dinheiro! Concorridíssimo! Além de dançar a quadrilha, claro. Sobre os quitutes… em nossa opinião o Bolo de Milho do Li (nosso tio Luis Cláudio) está no topo da lista dos doces. É um bolo, com cara de pudim, com cara de pamonha, com cara de “comer mais de um pedaço sim ou com certeza?”.

E mesmo quando o Li diz que erra e o bolo fica ou muito mole, ou um pouco mais seco, o bolo continua muito bom, opinião unânime. Igual ao Li.

Esse tio é aquela unanimidade. O tio querido e sempre preocupado com todos, com palavras boas para dizer em todos os momentos. Que tem conversa para todos os assuntos do mundo, seja porque tem opinião e informação ou porque tem curiosidade em saber mais sobre. Adora uma piada. Dá aquela risada de levantar as duas pernas do chão. Fala “barbaridade!!!” quando se espanta com alguma coisa! rs… É padrinho de muita gente e não dá para explicar o que ele tem que faz dele esse pessoa tão bacana, tão alegre, tão querida e por quem sentimos tanto amor.

E ainda por cima é o detentor da técnica de preparo dessa outra unanimidade. Isso porque fomos teimosas e resolvemos tentar fazer o bolo sem antes falar com ele e pegar os detalhes. Mas conseguimos.

Espero que a gente consiga passar nessa receita um pouco de tudo de bom que o Li tem e que esse bolo também se torne uma unanimidade para você.

Bolo de Milho do Li

Rendimento: 10 a 12 pedaços

Dificuldade: Média

Tempo de preparo: 1 hora e 30 minutos

Ingredientes:

  • 600 g de milho verde (em torno de 10 espigas pequenas e novas)
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 2 colheres (sopa) de manteiga sem sal derretida
  • 1 pitada de sal
Modo de preparo:
  1. Preaqueça o forno a 230º C (temperatura média).
  2. Lave as espigas e retire o máximo dos cabelinhos que conseguir. Para retirar o milho da espiga, use o lado mais grosso do seu ralador e rale o milho até obter a quantidade de “massa” desejada (eu consegui ralando 10 espigas pequenas). Se preferir, retire os grãos cortando com a faca e depois bata-os no liquidificador, usando a opção pulsar. Não bata muito para manter a textura.
  3. Em uma tigela, misture delicadamente a massa de milho com os demais ingredientes.
  4. Coloque em uma forma untada, que seja de preferência alta (8 cm) e com mais ou menos 22 cm de comprimento e 15 cm de largura (esse bolo fica mais gostoso se for mais alto).
  5. Asse o bolo por 1 hora a 200º C, até que a massa esteja totalmente firme e as laterais bem douradas, quando mais douradas, melhor. Se precisar deixe mais alguns minutos, mas fique de olho para não queimar.

Quando um bom milho verde aparecer no seu supermercado lembre-se dessa receita e volte para nos contar o que você achou!

Beijos

milho verde
Espigas de milho verde (novas)
receita bolo de milho verde café
Bolo de Milho Verde com Café

2 falando de “Bolo de Milho do Li – barbaridade de bom!

Deixe uma resposta