Peixe na Cama de Batata

Mergulhe nessa receita e faça um peixinho saudável, cheio de ômega 3, vitamina D e sabor! #oquevaiternajanta 🐟☀🌊😋
peixe na cama de batata

O mar é maravilhoso! Nunca pensei que eu pudesse estar assim, tão próxima a ele, e que pudesse usufruir tanto, com tanta alegria e intensidade. Ele tem me dado lazer, contemplação e… peixes! Como o que eu usei para essa receita de peixe na cama de batata.

Minha família caipira já é história manjada. De lá saíram às inúmeras receitas e conhecimentos sobre carnes, arrozes, tubérculos e cachaças. Mas e o mar?

O mar eu conheci em Bertioga, e todo mundo acha graça quando eu conto que meu avô morava na praia e tinha uma escola de samba. Lá passamos verões chuvosos, que conferiam à cidade o apelido carinhoso de “Bertiágua”. Meu avô Pedrão tinha uma barraca de praia, de onde saíam iscas de peixe perfeitas, porquinhos, caranguejos e o famoso drinque “Néctar dos Deuses”: várias frutas maceradas com um palito de cana de açúcar como “mexedor”. É provável que todo esse meio tenha deixado em mim o verdadeiro gosto e prazer em cozinhar as coisas que vem do mar. Aliás, as coisas que eu mais gosto de preparar.

Gosto de preparar camarões, lulas, peixes, mariscos, tudo junto, tudo separado… tudo. Cozidos, grelhados, assados, crus. De todas as formas, com temperos e influencias variadas (vide outras receitas aqui). E foi então que eu conheci essa receita de peixe na cama de batata, que deve ser ressaltada por duas características fundamentais: o peixe e a facilidade em prepará-la.

Quem me ensinou foi minha “mother in law”, que a prepara com muita facilidade, pra variar o cardápio com carne branca e aproveitar o que o peixe tem de bom.

Aos finais de semana ela assava uma bandeja separada pra mim, sem pimentão, porque sabia da minha incompatibilidade com esse vegetal, que em algumas ocasiões, causa certo transtorno…

Isso só demonstra que essa receita só precisa de carinho e de um peixinho. Carinho igual ao que a avó do meu menino tem por mim e eu tenho por ela.

E o peixinho? O desta receita, filé de Linguado, eu comprei no Mercado do Produtor da Barra da Tijuca (o “Perequê” da Barra). Qualquer peixe que pode ser grelhado também pode ser usado nesta receita: salmão, saint peter (famosa Tilápia), pescada e até bacalhau.

Mergulhe nessa receita e faça um peixinho saudável, cheio de ômega 3, vitamina D e sabor!

Peixe na Cama de Batata

Rendimento: 2 porções
Dificuldade: Fácil

Tempo de preparo: 45 minutos

Ingredientes:
  • 500g de filé de peixe sem espinhos (salmão, saint peter, pescada, linguado, cherne, bacalhau dessalgado)
  • 1 cebola
  • 3 batatas
  • 1 tomate
  • 1/2 pimentão amarelo ou vermelho
  • Ervinhas
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 1 dente de alho
Modo de preparo:
  1. Acenda o forno, a 200ºC.
  2. Separe um refratário médio ou uma assadeira e regue o fundo com um fio de azeite.
  3. Descasque as batatas e corte em rodelas de 1 cm +/-, e forre o fundo do refratário. Tempere com uma pitada de sal;=.
  4. Coloque os filés de peixe por cima, deitados na caminha de batatas que vai impedir que eles grudem no fundo e que serão seu acompanhamento para a receita.
  5. Sobre os filés coloque cebolas, pimentão e os tomates em rodelas, o alho fatiado, pitadas de sal, fios de azeite e as ervas que você tiver a mão, frescas ou não. Desta vez usei orégano.
  6. Cubra com papel alumínio (lado brilhante pra dentro, ensinamento da sogra também) e deixe no forno por 20 minutos;
  7. Tire o papel alumínio e deixe mais 10 minutos, para secar um pouco.
  8. Sirva com as batatas e o que mais quiser.

É possível assar com cenouras em rodelas, brócolis, aspargos, vagens, ervilhas tortas, cogumelo. Viu só?! E não precisa usar tudo isso na receita. Ela só precisa de peixe, caminha de batatas e carinho.

Divirta-se.

Um beijo,

Falando de “Peixe na Cama de Batata

  1. Fiz a receita hoje! Usei filé de tilapia e adicionei além das batatas e cebola, tiras de pimentão vermelho e amarelo, alho-poro e salsinha. Ficou divino!

Deixe uma resposta